Apesar dos contentes

Foi o ano das ruas, dos espaços ocupados por pessoas a refletir ou gritar por sentido, justiça, democracia… apesar de atrapalhar os contentes.

Apesar dos contentes, duas moças pré-balzaquianas também começaram a escrever sobre e por essas ruas… porque o espaço é vivo, político e também poético.

Cidadeando não surgiu num momento de empolgação, da mesma forma que nenhuma luta assim o surge. Foi gestado ao longo de quase 10 anos de amizade, conversas animadas ou desoladas, vivendo em uma cidade que elas ansiavam por ver seus espaços ocupados. Havia a necessidade de partilhar os papos travados desde a época da faculdade, na FFLCH, na rua Augusta, no Páteo do Colégio, na Praça da Sé… mas nada com uma direção específica.

A ideia do blog tomou forma quando assistiram na Cinemateca Brasileira a dois média-metragens que depois foram exibidos apenas pela TV Cultura ou em festivais: A Musa Impassível, de Marcela Lordy, e Segundo movimento para piano e costura, de Marco Del Fiol. Os filmes falam da relação das pessoas com o bairro do Bom Retiro, evidenciando o óbvio muitas vezes ignorado, revelando o que se esconde, as características desses espaços e de seus frequentadores, talvez de maneira um pouco estereotipada, mas com muita poesia. Ao final dos filmes, as duas entraram numa conversa de quase uma hora, da qual não pararam nem para tomar fôlego.

Daí o estalo: precisamos pôr no papel nossas reflexões sobre a cidade. Ou em um espaço virtual. Então nasceu o Cidadeando.

Para nossa surpresa, a proposta do blog não foi apenas compreendida, como obteve adesão através de comentários e textos produzidos por nossos leitores-vizinhos. O espaço virtual, alienado na maior parte das vezes, se tornou vivo, político e poético como o real.

Aprendemos demais nesses poucos meses e esperamos que em 2012 todos os processos iniciados ou não através do blog se aprofundem, trazendo esperança para aqueles que ocupam o espaço… apesar dos contentes.

Raquel Foresti
Sandra Oliveira

Anúncios

3 comentários sobre “Apesar dos contentes

  1. Sabe aquele escritor que você gosta muito e sempre sai correndo para ler quando pega o jornal? É isso que acontece comigo, quando recebo uma atualização do Cidadeando no meu email.
    No mais, vou guardar meus comentários para depois. Porque acho que vocês sabem, sou fã do blog e admiradora dessa amizade bonita construída entre ideias e zelo.
    Parabéns, meninas!
    Soube por um amigo, que 2011 foi um ano de semear novas vidas, e 2012 será a hora de colhê-las. Então, já vejo flores em vocês!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s